Publicidade
ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS
Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

PORTO VELHO - POLICIAL

PF EM MINAS GERAIS IDENTIFICA QUADRILHA SUSPEITA DE USAR AEROPORTOS DE RONDÔNIA PARA TRANSPORTAR DROGAS

As investigações começaram quando um casal foi preso com 20 quilos de Skunk no Aeroporto de Porto Velho (RO).

A Polícia Federal em Minas Gerais identificou uma quadrilha suspeita de tráfico de drogas. De acordo com as investigações, os criminosos transportavam skunk – uma variação da maconha – em vários aeroportos do país.

No dia 16 de março, um casal foi preso no Aeroporto Governador Jorge Teixeira, em Porto Velho (RO), tentando embarcar com 20 quilos da droga para o Rio de Janeiro. No interrogatório, os dois admitiram fazer parte de uma quadrilha que agia em vários terminais pelo Brasil. Uma das ações ocorreria no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana.

Uma mulher que seguiria de Minas Gerais para João Pessoa (PB) com dez quilos de skunk foi encontrada em um hotel perto do terminal. De acordo com a PF, a suspeita tinha perdido a conexão e a mala foi extraviada.

Ela foi encontrada pela companhia aérea e entregue aos policiais no dia 17 de março. No interior da mala foram encontrados os dez quilos de skunk. A mulher não foi localizada pela Polícia Federal. Ela teria sido aliciada pelo casal que foi preso em Porto Velho.

Outros dois homens foram presos em Manaus (AM) suspeitos de liderar a quadrilha. O inquérito foi concluído e enviado para a Justiça Criminal de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


G1RO

Comentários