Home / Destaques / Agente penitenciário e namorada são encontrados mortos a tiros em Porto Velho

Agente penitenciário e namorada são encontrados mortos a tiros em Porto Velho

Anderson Borges teria disparado duas vezes contra Geize Nonato Piedade e, em seguida, atirado no próprio rosto após uma briga neste domingo (13). Polícia Civil investiga.

Briga e crime que envolveu agente penitenciário e namorada aconteceu na tarde deste domingo (13), em Porto Velho — Foto: Marcelo Winter/Rede Amazônica

Um agente penitenciário, de 35 anos, e a namorada dele, de 28 anos, foram encontrados mortos na tarde deste domingo (13) em um apartamento da Zona Leste de Porto Velho.

De acordo com informações iniciais repassadas da Polícia Civil, as vítimas, identificadas como Anderson Borges e Geize Nonato Piedade, morreram após uma briga entre elas por volta das 14h30.

Anderson e Geize foram achados sem vida na residência da mulher, localizada na Avenida Rio de Janeiro da cidade. Segundo a corporação, o agente penitenciário teria efetuado dois disparos de arma de fogo na cabeça da namorada e, em seguida, atirado no próprio rosto.

Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) do município depois que equipes da perícia técnica e da Delegacia de Homicídios da cidade, que conduz as investigações, aparecerem no local.

 

Agente penitenciário Anderson Borges foi encontrado morto em Porto Velho. — Foto: Arquivo

Na região onde o caso ocorreu, o ex-companheiro de Geize revelou à Rede Amazônica que ela e Anderson mantiveram um relacionamento por cerca de um ano, mas se separaram. De acordo com ele, ambos tinham retomaram a relação há uma semana.

Geize deixa uma filha de 6 anos. A criança estava com a família do pai no momento do crime.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon) confirmou que Anderson era agente penitenciário e estava lotado na unidade prisional Pandinha, na capital.

Fonte: G1/RO

About admin

Check Also

Droga apreendida em Alto Alegre é incinerada pela PM em Santa Luzia

As investigações se iniciaram há cerca de 15 dias pela Polícia Militar, já a apreensão …

Deixe uma resposta

Add this code before the tag: