Home / Destaques / ‘Ela confiou nele’, diz filha de mulher estuprada e morta em balneário, durante julgamento de agente em RO

‘Ela confiou nele’, diz filha de mulher estuprada e morta em balneário, durante julgamento de agente em RO

Jovem esteve entre as testemunhas ouvidas durante a nova sessão que acusa agente penitenciário nesta quinta-feira (26), em Porto Velho. Crime ocorreu em setembro de 2018.

Corpo de Maristela Freitas Alves foi encontrado em balneário no ano passado. — Foto: Reprodução/Facebook

A filha de Maristela Freitas Alves, de 21 anos, esteve entre as testemunhas que prestaram depoimento no plenário da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho. Desde a manhã desta quinta-feira (26), ocorre uma nova sessão do caso que acusa o agente penitenciário William de Azevedo Teodoro, de 42 anos, pelo estupro e assassinato da mulher em setembro de 2018. “Ela confiou nele e foi com ele no carro”, disse.

Júri é retirado de Fórum e levado até local onde agente penitenciário estuprou e matou mulher

Em depoimento, ela detalhou o que aconteceu instantes antes da mãe, então de 36 anos, pegar carona com o agente e, horas depois, ser informada de que o corpo foi encontrado em um córrego do município.

“Estávamos eu, minha mãe, o ex-genro e a ex-cunhada da minha mãe e um amigo deles no bar. Ele (William) chegou por volta das 3h, foi apresentado pelo ex-genro a nós e se interessou pela minha mãe, mas ela aparentemente não. Chegou a oferecer cerveja e eles, depois, dançaram juntos. O estranho foi que ele insistiu muito para levar nós duas em casa. Eu disse que não iria com ele porque não o conhecia. Mas minha mãe mudou de ideia e eu não sei o porquê. Deixou minha bolsa e o celular comigo e foi com ele”, contou a jovem.

G1 RO

About admin

Check Also

ustiça determina que PRF volte a usar radares móveis em rodovias

O uso de medidores de velocidade móveis e portáteis está suspenso desde agosto. A Justiça …

Deixe uma resposta