Home / Destaques / Governo anuncia que Estado terá 68 mil doses de vacina contra Coronavírus ainda este mês

Governo anuncia que Estado terá 68 mil doses de vacina contra Coronavírus ainda este mês

Rondônia vai receber 68 mil doses de vacina contra o Coronavírus, que serão enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) ainda este mês, segundo anunciou o secretário de saúde Fernando Máximo, durante coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (8).

Assim que as doses chegarem ao Estado e houver a autorização da Anvisa, a secretaria começará a distribuir para todos os municípios para que as vacinações iniciem o mais rápido possível. “Daremos prioridade para os grupos prioritários que são os profissionais de saúde, pessoas com idade acima de 73 anos e aqueles acima de 60 anos que estão em clinicas psiquiátricas ou asilos. Então, inicialmente aproximadamente 98 mil pessoas seriam as primeiras a serem vacinadas”, esclareceu.

De acordo com o secretário, serão 17 mil doses da AstraZeneca/Oxford e 51 mil da Sinovac, adquiridas pelo Ministério da Saúde. Ele disse ainda, que há possibilidade ainda de uma compra de mais 2,7 milhões de doses para o começo de fevereiro deste ano, das quais Rondônia receberá 23 mil doses.

O secretário explicou que tanto a AstraZeneca/Oxford quanto a Sinovac, deram entrada no registro emergencial para a liberação da vacina nesta sexta-feira (8) na Anvisa. “Esse processo demora dez dias para que seja liberado. No dia 18 de janeiro já estará liberado pela Anvisa. Nós pedimos para o MS começar a disponibilizar o quanto antes para os estados assim que estiver com as doses das vacinas e nós nos comprometemos a manter essas doses armazenadas até que seja autorizada. A resposta deve sair amanhã”, disse Fernando Máximo. 

No total, o Ministério da Saúde vai comprar 340 milhões de doses em 2021, sendo 100 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford até junho, mais 110 de agosto a dezembro e 100 milhões da Sinovac durante o ano todo, que será produzida no Instituto Butantan em São Paulo.

Fernando Máximo afirmou que ninguém será obrigado a tomar a vacina contra a Covid-19. “Nós não vamos obrigar as pessoas a tomarem a vacina contra a doença. Muitas pessoas se posicionaram contra a vacina e isso nós vamos respeitar”, disse.

Durante a coletiva, o secretário garantiu que o Estado conta com 1,2 milhão de seringas para vacinar a população. Serão duas para cada paciente, para que seja aplicada a primeira e segunda dose. “As seringas foram compradas antecipadas prevendo a dificuldade que seria para comprar quando tivesse a vacina. Tem um processo licitatório em andamento para a compra de mais 1 milhão de seringas”, destacou.

Questionado sobre a quantidade de vacina que será distribuído para cada município, o secretário informou que será feito a distribuição de acordo com o número de habitantes.

Segundo o secretário, as vacinas que serão enviadas para Rondônia terão a autorização da Anvisa. “O governo federal irá liberar somente as vacinas que tiverem qualidade, eficácia e segurança para o nosso povo”, diz.

 

 

 

 

Fonte: rondoniagora

About admin

Check Also

Poder Judiciário suspende o atendimento presencial e prazos em todas as comarcas

Novo Ato Conjunto determina trabalho exclusivamente em home office, com exceção de casos urgentes. Em …

Deixe uma resposta

tag: